Myanmar Travel Destinations

PASSEIOS DE LUXO NO MIANMAR


Mianmar se tornou o destino mais procurado do sudeste asiático desde que o país se abriu ao ocidente, iniciou reformas governamentais e restaurou relações diplomáticas com o mundo. Hoje Mianmar está na mira de turistas do mundo inteiro. O país oferece uma grande variedade de atrações que são belas tanto fisicamente como também culturalmente. Como o turismo não se desenvolveu durante muito tempo, Mianmar mantém um ar de destino turístico intocado e novo, com uma população muito simpática e bastante hospitaleira. Venha logo, enquanto o país ainda mantém esse charme único e visite locais de magia incrível como Bagan e o lago Inle, e talvez mais um pouco mais longe, em viagens para a região das tribos das montanhas como no estados de Chin ou Nagaland.

BAGAN
Bagan é a antiga capital do Reino Pagan, que existiu entre os séculos 9 e 13. E por essa razão que Bagan possui um legado arquitetônico espetacular, com milhares de templos e pagodes a rivalizar com a belíssima Angkor Wat, no Camboja. Hoje você pode desfrutar de Bagan em grande estilo. A Kept Secrets pode levá-lo às alturas para ver os templos lá do alto a bordo de um balão. Você pode fazer um sobrevoo nas primeiras horas da manhã, ou tomando champanhe em um passeio aéreo ao cair da tarde. Você também pode conhecer o local pela água, em um relaxante cruzeiro pelo rio Irawaddy para apreciar a paisagem rural birmanesa. Você também pode aproveitar e esticar a visita até o mágico monte Popa, um místico mosteiro localizado no cume de uma montanha muito fotogênica.

LAGO INLE
O lago Inle é um lugar estonteante e único. Encrustado entre as montanhas do estado de Shan, esse grande lago abriga espécies endêmicas de vegetação e vida marinha e é uma região habitada pelo povo Intha, famosos pela sua técnica singular de remar com uma perna em vez dos braços, para que possam ver por cima da vegetação aquática que se encontra em diversos pontos do lago enquanto usam as mãos para pescar. Aqui você pode viajar em um barco privativo através dos remansos e canais ao redor do lago e ver as dinâmicas microindústrias locais, com seus teares de seda e fabricação de charutos e também as hortas flutuantes, com suas frutas e verduras. A região do lago também oferece templos históricos para serem visitados e encontros com a minoria étnica pa-o, uma tribo que habita as montanhas em volta de Inle.

MANDALAY
Segunda maior cidade de Mianmar, Mandalay ganhou fama depois que Kipling publicou o seu poema On the Road to Mandalay. A cidade conta com atrações como a ponte U Bein, feita de teca, um tipo de madeira. É a ponte mais extensa do mundo nesse material. Lá também fica o impressionante mosteiro Shwei-In-Bin, também construído em teca, e o Palácio de Mandalay, a morada dos reis da Birmânia por muitos anos. Mandalay fica às margens do rio Irawaddy. De lá, você pode embarcar em um cruzeiro de luxo até Bagan. Pode também visitar o Templo Hsinbyume e o Sino de Mingun, construído no início do século 19 como peça da antiga dinastia real birmanesa.

YANGON
Conhecida anteriormente como Rangoon, é a maior cidade de Mianmar e uma mistura entre vestígios do período colonial britânico e elementos de moderna capital de país emergente asiático. Além de ser o principal ponto de entrada e saída do país, Yangon é onde fica o Shwedagon Paya, o templo mais importante do país. Totalmente recoberto em ouro, o local atrai devotos a qualquer hora do dia e é uma das atrações mais impactantes da Ásia. Você pode ficar no Strand, hotel que se tornou conhecido graças aos escritores britânicos Graham Greene e W. Somerset Maugham. O hotel de luxo continua ativo até hoje.

FORA DA ROTA
Grande parte de Mianmar permanece inexplorado e a Kept Secrets pode levá-lo a locais mais remotos, como Mrauk U, capital do antigo Reino Arakanese, cidade de muitos templos e de grande riqueza arquitetônica e semelhante a Bagan, mas sem as multidões. Outros locais intocados incluem o estado Chin, conhecido pelas mulheres de etnia chin, com seus rostos recobertos de tatuagens, e Nagaland, onde as tribos naga ainda vestem seus elaborados costumes e ornamentos de cabeça.